Quick Search
For faster results please use our Quick Search engine.

Advanced Search

Search across titles, abstracts, authors, and keywords.
Advanced Search Guide.

79 results

Article

Discursos Sobre a Emergência da Educação da Infância Formal em Portugal (1880-1950) [Discursos Sobre la Emergencia de la Educación Formal de los Niños en Portugal (1880-1950) / Discourses on the Emergence of Children's Formal Education in Portugal (1880-1950) / Discours Sur l'Émergence de l'Éducation Formelle des Enfants au Portugal (1880-1950)]

Available from: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação

Publication: Revista História da Educação, vol. 23

Pages: Article e85647

, educação de infância

See More

Abstract/Notes: Neste artigo busca-se uma compreensão das ideias sobre a educação da segunda infância em Portugal, entre finais do século XIX e meados do seguinte. Compulsaram-se um conjunto de revistas de educação publicadas em Portugal. A análise detetou tendências e nuances do processo de modernização pedagógica. Certos autores defendem o ambiente familiar como o mais adequado para a educação da infância, destacando a mulher como mãe e educadora, outros denunciam a sua impreparação, advogando a sua formação e sustentavam a conveniência da educação de infância em instituições, segundo as modernas propostas pedagógicas. Estes últimos tenderam a manifestar posicionamentos idênticos aos que se expressam em outros países europeus sobre os modelos pedagógicos direcionados especificamente à segunda infância.

Language: Portuguese

DOI: 10.1590/2236-3459/85647

ISSN: 2236-3459

Article

A pedagogia de Maria Montessori para a educação na infância

Available from: Universidade de Sorocaba

Publication: Quaestio - Revista de Estudos em Educação, vol. 21, no. 1

Pages: 203-220

See More

Language: Portuguese

DOI: 10.22483/2177-5796.2019v21n1p203-220

ISSN: 2177-5796

Article

Presencia de la Pedagogía Montessori en revistas profesionales españolas. El caso de Infancia, Aula de infantil y Cuadernos de Pedagogía / Presence of Montessori Pedagogy in professionals Spanish journals. The case of Infancia, Aula de infantil and Cuadernos de Pedagogía

Available from: Universidade de Santiago de Compostela (Spain)

Publication: RELAdEI (Revista Latinoamericana de Educación Infantil), vol. 5, no. 2

Pages: 166-176

See More

Abstract/Notes: Ofrecemos un estudio sobre la presencia y enfoque de la pedagogía Montessori en las revistas españolas In-fan-cia, Aula de infantil y Cuadernos de Pedagogía. Después de hacer un recuento de la totalidad de artículos que sobre esa pedagogía publicaron las citadas revistas hasta el presente, identificamos su enfoque y los temas abordados. Se encuentra una escasa, aunque creciente, presencia de artículos sobre la educación montessoriana. Al realizar el análisis de contenido, hemos descubierto que la mayoría de estos artículos se refieren a propuestas prácticas fuertemente relacionadas con los principios de la pedagogía Montessori. Considerados en su conjunto, en ellos aparecen todos los temas clave. Este estudio constituye un completo índice y una útil guía para aquellos lectores de lengua castellana que quieran introducirse en el estudio de esta original pedagogía. / This study analyzes the presence and approach of Montessori pedagogy in Spanish journals In-fan-cia, Aula de infantil and Cuadernos de Pedagogía. After recounting all articles about this pedagogy published in the aforementioned journals so far, it is identified the approach and addressed subjects. A small but growing presence of articles on Montessori education was found. In the content analysis, we have found that most of these articles refer to practical proposals strongly related to the principles of Montessori pedagogy. Taken together, key themes appear in all of them. This study is a comprehensive index and a useful guide for those Spanish language readers who want to know this original teaching.

Language: Spanish

ISSN: 2255-0666

Article

O Método Montessori na educação básica: Uma revisão sistemática da literatura sobre sua influência para o desenvolvimento da criança nos anos iniciais [The Montessori Method in basic education: A systematic review of the literature on its influence on child development in the early years]

Available from: RSD Journal

Publication: Research, Society and Development, vol. 10, no. 5

Pages: Article e48010515300

Literature reviews, Montessori method of education - Criticism, interpretation, etc., Montessori method of education - Evaluation

See More

Abstract/Notes: Objetivou-se apresentar reflexões acerca das contribuições do Método de Maria Montessori em um contexto atual, considerando o desenvolvimento da autonomia da criança nos anos iniciais da Educação Básica. Quanto ao método, realizou-se uma pesquisa do tipo revisão bibliográfica levando em conta as contribuições de diversos autores, observando as características da Padagogia de Montessori e suas reflexões metodológicas e didáticas no desenvolvimento da autonomia da criança na educação básica e sua atuação no Brasil, sucedendo com abordagem teórica e metodológica da Pedagogia Tradiconal e da Pedagogia de Waldorf para subsidiar a análise reflexiva do modelo montessoriano. Com os resultados, percebeu-se que a Pedagogia de Montessori se faz presente em 62 unidades educacionais distribuídas em todas as regiões brasileiras, podendo ser compreendida como uma alternativa pedagógica alinhada aos princípios reguladores da BNCC e PCN, e constatou-se a falta de estudos que apontem o desenvolvimento da Pedagogia de Montessori em escolas públicas que prestam serviços à Educação Infantil e Ensino Fundamental. Pode-se concluir que a Pedagogia de Montessori vem contribuindo de forma significativa para a aprendizagem da criança em seu desenvolvimento educacional com autonomia e liberdade, e através das abordagens lúdicas e aplicação do modelo em ciclos por faixa etária estimula a construção do conhecimento e melhor interação no ambiente educacional. [The objective was to present reflections on the contributions of the Maria Montessori Method in a current context, considering the development of the child's autonomy in the early years of Basic Education. As for the method, a bibliographic review research was carried out, taking into account the contributions of several authors, observing the characteristics of Montessori Padagogy and its methodological and didactic reflections on the development of children's autonomy in basic education and its performance in Brazil, succeeding with the theoretical and methodological approach of Traditional Pedagogy and of Waldorf Pedagogy to support the reflective analysis of the Montessori model. With the results, it was noticed that Montessori Pedagogy is present in 62 educational units distributed in all Brazilian regions, which can be understood as a pedagogical alternative aligned with the regulatory principles of BNCC and PCN, and there was a lack of studies that point to the development of Montessori Pedagogy in public schools that provide services to Early Childhood Education and Elementary Education. It can be concluded that Montessori Pedagogy has been making a significant contribution to the learning of children in their educational development with autonomy and freedom, and through playful approaches and application of the model in cycles by age group, stimulates the construction of knowledge and better interaction in the educational environment.]

Language: Portuguese

DOI: 10.33448/rsd-v10i5.15300

ISSN: 2525-3409

Article

Educação, Arte e Inclusão na Perspectiva Montessoriana

Available from: Universidade do Estado de Santa Catarina (Brazil)

Publication: Revista Educação, Artes e Inclusão, vol. 11, no. 2

Pages: 29-47

See More

Abstract/Notes: O presente artigo descreve o contexto da arte educação em uma escola Montessoriana, voltada para a inclusão de alunos com deficiências. Maria Montessori1 acreditava que as crianças aprendem igualmente, mas em ritmos diferentes. Foi através de um estudo realizado com crianças com deficiências que ela obteve esta premissa. Na Pedagogia Montessoriana o aluno é observado dentro dos componentes emocionais, buscando, desta forma, desenvolver a totalidade da personalidade da criança nas relações lúdicas com a arte, pois assim o estudante tem a possibilidade de se expressar livremente, desenvolvendo a ousadia de um pesquisador, experimentando e percebendo novas capacidades de aprender. Portanto, a educação inclusiva se faz presente no ensino montessoriano por não estar fechada por disciplinas. Sua filosofia, organização e estrutura escolar são abertas para a percepção de diferentes raciocínios, culturas e ritmos de aprendizagem.

Language: Portuguese

DOI: 10.5965/198431781122015029

ISSN: 1984-3178

Doctoral Dissertation

A institucionalização do método Montessori no campo educacional brasileiro (1914-1952) [The institutionalization of the Montessori method in the Brazilian educational field (1914-1952)]

Available from: Federal University of Santa Catarina - Institutional Repository

Americas, Brazil, Latin America and the Caribbean, Montessori method of education - History, South America

See More

Abstract/Notes: Montessori constituiu, em 1907, em Roma, uma escola pública para crianças em situação de risco, a Casa dei Bambini, embasada numa educação integral alicerçada na liberdade, na atividade e na individualidade. Durante aproximadamente quatro décadas, Montessori realizou pesquisas sobre o desenvolvimento infantil, cujos resultados foram difundidos transnacionalmente, configurando práticas e pensamento educacional inovadores fundamentados na relação entre o professor, o aluno e um ambiente de aprendizagem promotor da paz, da autoeducação, da autonomia, do respeito ao outro e do espírito científico e crítico. Com isso, também empreendeu uma didática para professores e a venda em série dos materiais que idealizou. O objeto desta narrativa historiográfica respaldada em Certeau (2014), Chartier (2010) e Magalhães (2004) foi a institucionalização do Método Montessori no Brasil, no âmbito cronológico das cinco primeiras décadas do século passado. Objetivou: reconhecer as formulações teóricas que permitiram identificar a origem do Método Montessori e cotejá-las com os projetos brasileiros desenvolvidos entre 1914-1952 apontando permanências e contribuições à educação brasileira; historicizar o processo de institucionalização da Pedagogia montessoriana no Brasil; problematizar a sua forma de apropriação na Educação Infantil e Ensino Primário, identificando por que o método é relacionado principalmente ao uso de materiais didáticos específicos e de mobiliário adequado ao tamanho das crianças. Foi constatado que a primeira escola montessoriana no Brasil, proveniente da vertente educacional estadunidense, atendeu ao público infantil, em São Paulo, no ano de 1915, num investimento particular de Ciridião Buarque e Mary Buarque. Esta pedagogia se irradiou por intermédio das apropriações realizadas pelos docentes da Escola Normal da Praça, em São Paulo, estado que possuía, desde 1924, legislação que indicava o uso de materiais didáticos de Montessori e de Froebel, mas de forma desarticulada dos princípios pedagógicos. No Paraná, a educação montessoriana foi institucionalizada na legislação educacional da Pré-escola em 1915 e investimentos foram realizados em 1924, quando Lysímaco Costa adquiriu os ?enxovais montessorianos? para quatro Jardins de Infância. Em Curitiba, em 1927, durante a Primeira Conferência Nacional da Associação Brasileira de Educação (ABE) foram apresentadas teses com base montessoriana. Ainda no Paraná, no final da década de 1940, a utilização do método ocorreu no ensino público no Programa da Pré-escola e do Ensino Primário e em 1952 foi inaugurada a Escola Experimental Montessoriana Rural para crianças do Ensino Primário, por iniciativa de Eny Caldeira. Ela e Piper de Lacerda Borges, presidente da Associação Montessori do Brasil, fizeram curso com Montessori, na Itália, em 1951. Já na Bahia, em 1927, efetivaram-se cursos de férias para formação de professores durante os quais foram disseminadas pelos docentes da Escola Normal de Salvador concepções montessorianas e a ressignificação dos materiais, tanto para a Pré-escola como para o Ensino Primário. O teor destes cursos foi divulgado por revistas pedagógicas. No mesmo local, em 1924, Alípio Franca traduziu o Livro Pedagogia Científica. No Rio de Janeiro, materiais e frações do método montessoriano se disseminaram para a Educação Infantil por meio da legislação educacional, em 1921 e em 1929. Evidências da utilização do Método Montessori em perspectiva não restrita ao uso de materiais didáticos foram encontradas nos programas infantis radiofônicos realizados por Mary Buarque, em São Paulo, a partir de 1936; no vínculo do método com a assistência social e teosófica, na década de 1950, disseminado por Piper de Lacerda Borges; no reuso dado ao método pelo lusitano Agostinho da Silva, também nos anos 1950, na criação de algumas universidades. Conclui-se que, entre 1914 e 1952, o processo de institucionalização do método Montessori no Brasil foi capitaneado por diversos sujeitos, em diferentes lugares do país, com apropriações e representações. [Abstract : Montessori established, in 1907, in Rome, a public school to children at risk, The Casa dei Bambini, which since then preserve the Montessori method characteristics, advocating the integral education based on freedom, action and on the individuality. For approximately four decades, Montessori researched about Children development, whose results were spread abroad, defining practices and innovative educational thoughts grounded on the relationship between teacher, the student and the learning environment advancing peace, self-education, self-correction with autonomy in sight, mutual respect, critic and the scientific spirit. The Objective of this study is the Montessori method establishment in Brazil, on the chronologic aspect along the first five decades from the last century. It?s a biographical research and documentary with a historical focus. The analysis is grounded in Certeau (2014), Chartier(2010) e Magalhães(2004). Objective: Recognize the formulation of the Montessori method in projects of its establishment in Brazil between 1914-1952; To Problematize political conditions, social, economical and cultural to set up the Montessori method in Brazil and its Educational applicability, questioning the reductionist mode relating to its use as specific materials and its adequate child-sized furniture. It has been verified that The First Montessori-based in Brazil served the children?s audience, in São Paulo, in the year of 1915, coming from the American strand, in a private enterprise of Ciridião Buarque e Mary Buarque. Such pedagogy irradiated by the mediation of these appropriation and representations made by teachers of the Escola Normal da Praça. São Paulo possessed, since 1924, laws that indicated the use of Montessori and Froebel?s course-ware, mas in a inarticulate way to the pedagogical principles. In Paraná, the Montessori-based education was established in the child education legislation in 1915 and investments were performed in 1924, when Lysímaco Costa acquired the ?montesorri layettes? to 4 Kindergarden. In Curitiba, in 1927, at the First National Conference of The Brazilian Association of Education (ABE), were presented thesis with Montessori bases. Still in Paraná, at the end of 40s, the method utilization occurred in the public education in the Preschool Program and Primary School and in 1952 was opened in Curitiba The Rural Montessori Experimental School to primary school, by the enterprise of Eny Caldeira.Piper Borges de Lacerda and Eny Caldeira speeches, whom realized in 1950 a course with Montessori in Perugia.In 1927, in Bahia, were realized vacation courses to teachers complementary training which were disseminated by the teacher of the Normal School of Salvador the Montessori concepts and the course-ware new meanings to the child education such as primary education. The matters discussed in these courses were spread by pedagogical magazines. In 1924, Alípio Franca translated The Method of Scientific Pedagogy applied to the Child Education at the Boys? House. In Rio de Janeiro, course-wares and parts of Montessori method were spread to Children education by education law, in 1921 and in 1929. Evidences of the Montessori use in perspective non-restricted to materials were found in children radio shows performed by Mary Buarque, in São Paulo, from 1936, whereupon self-education, the independence, the knowledge of child development phases, the singers freedom movement and the minimal intervention of the adult tutor made part of the proposal. In a mystic perspective, there was a link with the method and the social and theosophic assistance, in the 50 decade, disseminating in Rio de Janeiro and Paraná, by Piper Lacerda Borges and his husband. In the reuse given to the Agostinho da Silva method, also in the 1950, were present in the some universities creations, such as the Federal University of Santa Catarina as well from Paraíba and The University of Brasilia. Concluded that between 1914 and 1952, the establishment process of the Montessori method in Brazil was lead by several different individuals, from different parts of the country, with appropriations and personal representations.]

Language: Portuguese

Published: Florianópolis, Brazil, 2017

Article

Teoria Montessoriana: Análise Reflexiva na Educação Especial [Montessorian Theory: Reflective Analysis in Special Education]

Available from: Universidade Cidade de S. Paulo (Brazil)

Publication: Revista Ambienteeducação, vol. 9, no. 1

Pages: 71-77

Americas, Brazil, Latin America and the Caribbean, Maria Montessori - Philosophy, Montessori method of education - Criticism, interpretation, etc., South America, Special education

See More

Abstract/Notes: Quando pensamos em educação especial, já buscamos meios eficientes para trabalhar de forma correta e eficiente. Entramos então na busca de defender a TEORIA MONTESSORIANA, criada por Anna Freud Maria Montessori, como uma das melhores formas de se trabalhar com educandos com deficiência, pois entendemos como educadores que educar é algo poético, que depende não somente do básico da teoria e sim do amor que nos liga a essa profissão. Este trabalho, que tem por objetivo básico a conclusão do curso de mestrado, apresentou no decorrer das pesquisas uma nova visão e base para a profissão. Buscando soluções e modificações imediatas no trabalho diário em sala de aula. O saber a teoria nos remete a uma modificação no cotidiano escolar, desde a forma com que olhamos para nossos alunos até a base estrutural da sala de aula. Este trabalho teve como metodologia a forma descritiva, a qual, segundo Lakatos (1997), expõe a pesquisa de material já publicado e autores renomados para sua execução. [When we think of special education, since we seek efficient ways to work properly and efficiently, then enter the search defend the Montessori Theory, created by Anna Freud Maria Montessori as the best way of working, because we understand as educators that to educate is something poetic, which depends not only on basic theory, but on the love that binds us to this profession. This work, whose primary objective is the completion of the master program, presented in the course of research a new vision and basis for the profession. Seeking solutions and immediate changes in the daily work in the classroom. Knowing the theory leads us to a modification in everyday school life, from the way we look at our students to the structural basis of the classroom. This work has as methodology a descriptive form, which according to Lakatos (1997) exposes the research material already published and renowned authors for its execution.]

Language: Portuguese

ISSN: 1982-8632

Article

Avaliação da Autoeducação: construção e validação de instrumento para o Professor Montessoriano [Self-Education Assessment: construction and validation of an instrument for the Montessori Teacher]

Publication: Meta: Avaliação, vol. 6, no. 17

See More

Abstract/Notes: Este estudo apresenta a construção e validação de um instrumento de avaliação qualiquantitativo capaz de aferir, concretamente, se os comportamentos dos escolares estao consistentes com os principios filosoficos indicados pelo Sistema Montessori de Educação. O instrumento foi elaborado a partir das dificuldades dos professores em deixar claro como trabalham para desenvolver em suas classes a autonomia da aprendizagem, destacando-se nesse contexto: confianca e competencia; independencia; autonomia; motivação intrinseca; capacidade para lidar com a autoridade externa; responsabilidade com o grupo; preparação academica; cidadãos do mundo. Esses itens nortearam a definicao das categorias do instrumento. A primeira versao foi aplicada em duas classes do Ensino Fundamental no agrupamento de 6 e 7 anos e no de 8 e 9 anos. Os resultados da aplicação e as sugestoes dos professores levaram à construção da versao final. Recomenda-se que a utilização do questionario "Progresso da classe em Processo de Autoeducação" seja registrada por classe de alunos e, depois, em relatorio para toda a instituicao montessoriana, de modo a retratar as conquistas e/ou dificuldades dos alunos.

Language: Portuguese

ISSN: 2175-2753

Book Section

De la Medicina a la Educación: María Montessori (1870-1932) y Ovide Decroly (1871-1932). Dos metodologías educativas al servicio de la infancia

Available from: Universidad de Sevilla (Spain)

Book Title: VI Congreso Nacional de Educación Comparada. Atención a la Infancia y Espacios Educativos

Pages: 233-242

Maria Montessori - Philosophy, Ovide Decroly - Philosophy

See More

Language: Spanish

Published: Seville, Spain: Universidad de Sevilla. Departamento de Teoría e Historia de la Educación y Pedagogía Social, 1998

ISBN: 978-84-921209-1-8

Article

Maria Montessori (1870-1952) – Caroline Pratt (1867-1954): Dos vidas en paralelo y la pasión compartida por la autonomía de la infancia [Maria Montessori (1870-1952) - Caroline Pratt (1867-1954): Two lives in parallel and the shared passion for the autonomy of childhood]

Available from: Universidade de Santiago de Compostela (Spain)

Publication: RELAdEI (Revista Latinoamericana de Educación Infantil), vol. 9, no. 1

Pages: 29-41

See More

Abstract/Notes: En el año del 150 aniversario del nacimiento de Maria Montessori ponemos su figura enfrente de su contemporánea Caroline Pratt, menos conocida en los ambientes pedagógicos europeos, pero igualmente imbuida de la pasión por una educación al servicio de una infancia activa, competente y autónoma. Después de repasar sucintamente las biografías paralelas de ambas, se señalan las diferencias entre las pedagogías de cada una de ellas especialmente en lo relativo a los materiales y al juego de construcción. Se constata, al mismo tiempo, la amplia coincidencia en los ideales por los que ambas trabajan toda su vida y se termina formulando una propuesta de complementariedad entre ambas, sugiriendo la conveniencia de enriquecer la pedagogía montessoriana con la incorporación de los bloques de madera maciza diseñados por Caroline Pratt y del juego de construcción como un recurso ordinario más.

Language: Spanish

ISSN: 2255-0666

Advanced Search